gustavo

7 de junho de 2011

Fala, Professora Amanda: “A juventude deve unificar as lutas para derrubar Micarla e Rosalba!”

Natal está um caos. Não é só a educação que vai mal, com CMEIs e escolas funcionando precariamente, com professore (as) “contratad@s” que ainda não viram a cor dos próprios salários esse ano. As ruas estão esburacadas, o trânsito é irritante, nossas praias estão poluídas e nem mesmo o sistema de coleta de lixo funciona satisfatoriamente. É um quadro de total ingerência e desrespeito com a população, mas por trás de todos esses problemas, está algo muito mais prejudicial, que é o projeto de Micarla de convencimento de que a privatização é a solução para os serviços públicos.

Essa postura começou na saúde através da terceirização com as UPA's e AMES, e tanto @s servidores (as) quanto @s usuári@s dessas unidades já estão sentindo na pele que nada melhorou, embora Micarla ainda tenha coragem de gastar nosso dinheiro com propagandas cinematográficas para nos convencer de que está tudo bem.

Recentemente, sofremos mais um ataque de Micarla. Sem sequer levar em consideração o fato de o nosso salário estar sendo corroído pela inflação, Micarla reajustou a tarifa dos transportes para R$ 2,20, um verdadeiro absurdo quando se trata de um sistema precário, inseguro e que em nome do lucro dos empresários explora @s trabalhadores (as) rodoviári@s sem piedade.

No início deste ano, a juventude e trabalhadores (as) se uniram para lutar contra o aumento da passagem, dando início à exigência do “Fora Micarla e Paulinho”. Agora, mais uma vez a juventude se organiza, construindo grandes mobilizações para derrubar o executivo municipal.

Nós, do PSTU, entendemos que somente essas lutas podem realmente construir uma alternativa para Natal. Muitas pessoas defendem honestamente o “impeachment”, no entanto, apostar nisso não vai resolver o problema, pois esta é uma saída institucional que levará Paulinho Freire – que não é diferente de Micarla – ao governo municipal. Entendemos que a juventude deve se unir aos trabalhadores (as) que, nesse momento, enfrentam a intransigência da Governadora Rosalba Ciarlini e ampliar as mobilizações, ocupando as ruas e as praças da cidade, para forçar a queda de Micarla e Rosalba, e exigir novas eleições já.

Isso vai possibilitar aos trabalhadores (as) e juventude, mobilizados, discutir dentro do movimento a construção de alternativas políticas que defendam reivindicações elaboradas pelos setores em luta, que possam avançar no atendimento as suas necessidades. Mas isto só será possível através da unificação nas lutas dos setores independentes com os setores organizados (sejam nos sindicatos, nas centrais sindicais, nos partidos e movimentos sociais) para enfrentar e derrotar as políticas desses governos.

2 comentários:

Boy Júlio disse...

Quanto a Micarla eu não sei, mas, por que derrubar Rosalba se ela acabou de ser empossada no cargo de Governadora? Ela terá sim que remendar todos os buracos feitos por Iberê e Vilma no "Governo" passado mas ela precisa de tempo para isso. Não estou defendendo ninguém ou muito menos um partido político, quero apenas destacar o seguinte: A população quer colocar a culpa de seu próprio erro (Voto de Cabresto em troca uma dentadura ou alguns poucos tijolos) em pessoas que não tiveram tempo nem de ao menos mostrar se vai fazer ou não.

Anderson Felipe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

 
Design by Free Wordpress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Templates