gustavo

7 de julho de 2011

Trabalhadores em greve acampam em frente à sede do governo do RN

Oi gente! Ontem, dia 6, participei de uma manifestação em Natal que reuniu centenas de servidores estaduais em greve contra a intransigência da gestão da governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Cerca de 400 trabalhadores estaduais unificaram suas reivindicações e fizeram um acampamento em frente à sede do governo para pressionar a governadora a negociar.

Era gente da educação, do Detran, da Tributação, da Universidade Estadual e de outros setores da administração indireta, como o pessoal da Emater e da Fundação José Augusto. Nossos camaradas da CSP-Conlutas também estiveram presentes.

O acampamento também marcou a paralisação nacional da educação e o 13º Grito da Terra em Natal, organizado pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Norte (Fetarn). É preciso unificar as lutas de todas as categorias em greve para, dessa forma, fortalecer o movimento. É como dizia a palavra de ordem que cantamos no ato: “Pra pressionar a governadora, unificar a classe trabalhadora!”. Foi muito bonito.

Além disso, gente, no dia 5, minha categoria da educação estadual reafirmou a continuidade da nossa greve, que já dura mais de dois meses, mesmo sob a ameaça do governo de cortar o nosso ponto. A justiça até foi acionada para julgar o pedido de ilegalidade do movimento, mas isso não nos intimidou. Nós fomos à sede do governo para dizer que não concordamos com essa política de arrocho salarial e que nós não temos medo da governadora Rosalba. Não adianta nos ameaçar. É muito mais digno a gente passar um mês ou dois de dificuldade por causa dessa ameaça da governadora do que passar o resto da vida nessa mediocridade que a gente vive hoje.

5 comentários:

RITA DE disse...

Concordo plenamente:"é muito mais digno a gente passar um mês ou dois de dificuldade por causa dessa ameaça da governadora do que passar o resto da vida nessa mediocridade que a gente vive hoje"

Fernando disse...

Seu site não tem RSS? Mega Fail. Precisa de ajuda (parece q não, pq tá arrumadinho com todos outros mecanismos) se sim, entre em contato.

RSS urgente!

fscosta@gmail.com

Abçs

Samuel Farias disse...

Bom seria se os professores de Pernambuco tivessem esta postura, mas na verdade, nos falta liderança.
Aqui o Governador usou a tática de "dividir para enfraquecer" e nosso Sindicato não é só de professores, daí formam-se os grupos: diretores, professores de escolas de referência (os classe A), técnicos pedagógicos, administrativos e os das escolas restantes (80%) os classe B.
Assim basta o governador bater o pé e a maioria volta.
Temos um grupo que luta porém ainda são minoria: alternativasintepe.
Abraço e lembrem-se que vcs representam a linha de frente dos professores do Brasil.

Manoel Afonso Bezerra disse...

Como seria bom que em todos os Estados Brasileiro, tivesse uma Amanda Gurgel, pense como poderia valorizar nossos Educadores ?

Mídias no contexto educacional disse...

Parabéns Amanda, que Deus te abençoe, e te fortaleça nesta luta, que não é só nossa mais de toda a população brasileira que necessita de uma educação de qualidade.Ivanilda-RO

Postar um comentário

 
Design by Free Wordpress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Templates